Saturno

Saturno

Saturno comumente recebe o título de “o grande maléfico”. É um planeta associado à responsabilidade, à cobrança, à passagem do tempo, ao esforço constante e persistente. Saturno explica nossas relações com autoridades ou pessoas mais velhas da família. Explica ainda em qual setor da vida temos medo, onde sentimos mais cobrança vindo dos outros e, é claro, de nós mesmos; trata-se da área da vida em que sempre teremos que trabalhar e nos esforçar mais para colher os bons frutos. Mesmo assim, não deve ser negligenciado: Saturno fala sobre sucesso lento e merecido; e se respeitado e trabalhado em um mapa astral, pode trazer as maiores realizações para a pessoa – as realizações conquistadas pelo próprio suor e merecimento.

Saturno é originalmente visto como “o grande maléfico” na Astrologia. O motivo para ter ganhado esse título é porque este planeta, quase sempre, atua como um fator LIMITADOR ou RESTRITIVO, especialmente quando não conseguimos trabalhá-lo à luz da consciência. Na mitologia grega, Saturno é análogo a Cronos, deus que devorava seus filhos (os deuses do Olimpo) por medo de que eles pudessem assumir o seu lugar e destroná-lo, se sobrevivessem. Neste sentido, Saturno evoca, em nosso mapa astral, um tipo de medo que pode congelar. Trata-se de um ponto de conservadorismo e de cobrança (seja essa cobrança vinda de dentro ou de fora) que nos limitam e paralisam se nós não os encaramos de frente. Pode ainda ser visto como uma marca que evoca, dentro de nós, uma necessidade muito grande de segurança e estabilidade – assim, com medo do desconhecido, nós nos auto-sabotamos, mas não ficamos satisfeitos por isso; ao invés de nos sentirmos felizes por mantermos essa estabilidade almejada, é como se soubéssemos que, dentro de nós, tínhamos total capacidade para enfrentar os medos. De certa forma, é assim que Saturno funciona: se nós agimos, agimos no medo e na insegurança; se não agimos, nós nos cobramos e julgamos. Também em associação ao deus Cronos, Saturno tem uma relação com o tempo e o mundo material. O tempo e o espaço são, de certa forma, o que nos afasta do divino; podemos querer voar, mas a gravidade nos prende ao chão; podemos querer viver para sempre, mas nosso corpo físico nos condiciona a uma vida finita. Saturno é um planeta que fala sobre maturidade, responsabilidade, cobrança e prestação de contas. No entanto, há algo mais a ser levantado. Muitos de nós evitam, a todo custo, encarar determinada área da vida que é permeada por este planeta no mapa natal. Porém, se nós nos recusamos a encará-la, é aí que essas limitações ficam insuportáveis, pois Saturno exige que lidemos com aquilo que nos diz respeito. Se você, por exemplo, tem Saturno em uma região do mapa astral que fala sobre dinheiro, existem algumas possibilidades: ou você sente dificuldades nesta área e fica a vida inteira brigando com ela, cada vez mais paralisado em suas finanças, ou você assume que tem tais dificuldades, trabalha mais duro do que todos os demais, exige de si mesmo uma postura saturnina e, com muito custo, consegue finalmente superar essas limitações. Saturno nos traz uma mensagem clara: não tem como pegar atalhos, não tem como cortar caminhos. A área na qual este planeta se expressa em sua vida pode trazer medos, limitações e cobranças em muitos sentidos, mas sob nenhum aspecto você deve negligenciá-la; afinal, à luz da consciência e sabendo responder corretamente ao chamado de Saturno, essa mesma área pode se revelar como um grande potencial a ser desenvolvido. Afinal, se você naturalmente se cobra mais em um setor do que todas as outras pessoas, nada mais justo que essa preocupação se desenvolver e fazer você lidar com tal setor de forma mais natural, certo? A conversão da expressão saturnina de limitação em autorrealização é um trabalho longo, que pode durar por toda uma vida; mesmo assim, trata-se de uma das transformações mais gratificantes do mapa natal: de vítimas do tempo, nós passamos a ser senhores de nosso tempo. Um tempo que nós não controlamos, é verdade – mas o qual nós podemos, certamente, aproveitar com sabedoria e maturidade.

Saturno em trânsito: o que causa? Se Saturno é um planeta que fala sobre medos, limitações e cobranças no nosso mapa natal astrológico, não é muito difícil entender o que ele causa conforme vai transitando pelo céu: a área de nosso mapa pela qual Saturno vai passando é preenchida por essa ideia de limitação, de responsabilidade e de chamado à prestação de contas. Vamos dar um exemplo... Vênus é um planeta que fala sobre nossas relações, sejam elas sociais ou afetivas; é um planeta que trata sobre como lidamos com o outro e com a sociedade, assim como explica também o que esperamos de nossos companheiros afetivos ou associados. Se Saturno está passeando pelo céu e encontra, em signo e grau, a nossa Vênus natal, sentiremos os efeitos de Saturno sobre essa Vênus. Ou seja: sentiremos que somos COBRADOS, de alguma maneira, em nossas relações. Se estamos em um relacionamento, talvez sejamos cobrados, criticados ou demandados pelo nosso parceiro; também é possível que nós mesmos passemos a analisar e cobrar mais as nossas relações, de forma que o parceiro igualmente se sinta limitado ou cobrado. Isso não acontece apenas nas relações afetivas, mas no caso de Vênus, também nas sociais: é possível que nos sintamos mais cansados do contato social, que nosso círculo de relações diminua ou que, no mínimo, passe por um filtro seletivo. Igualmente, no caso de não estarmos nos relacionando com ninguém, também seremos cobrados, talvez por nós mesmos: bate aquele desespero por estarmos sozinhos, começamos a exigir de nós mesmos a entrada em alguma relação. Os inúmeros efeitos causados por um trânsito como esse não podem ser explicados rapidamente em um artigo, pois depende da expressão de cada trânsito e aspecto no mapa natal; mesmo assim, a sensação de ter que “prestar contas”, seja a alguém ou a nós mesmos, estará presente de alguma forma. Mesmo assim, um ponto importante a ser comentado: se Saturno estiver permeando as nossas relações (Vênus) no momento, ele não apenas gera cobranças ou desgastes, mas também serve como um estruturador: se a relação é madura e estável o suficiente, o planeta terá sua expressão benéfica – irá coroar a relação com sua essência séria e compromissada, de forma que a relação poderá se aprofundar, criar raízes mais fortes e mais duradouras! Ou seja... Independente de como a presença de Saturno será encarada ou irá se desdobrar no mapa astral de cada um, uma coisa é certa: não podemos ignorar ou negligenciar o chamado deste planeta. Se o fenômeno do trânsito de Saturno é encarado como bom ou mau por nós, o fato é que devemos aproveitar a chance para estruturar, criar maturidade e assumir com responsabilidade a área afetada por ele. Dessa forma, ao invés de sentir que apenas fomos desgastados ou colocados à prova, saberemos empregar essa poderosa energia para crescer e perceber que nosso potencial em determinada área da vida é e sempre foi, na verdade, muito maior!

Áries:

Touro:

Gêmeos:

CÂNCER:

Leão:

Virgem:

libra:

escorpião:

sagitário:

capricórnio:

aquário:

peixes:

Saturno

2019, ANO DE SATURNO

No dia 20 de março de 2019, o ingresso do Sol em Áries vai marcar o início de um novo ano astrológico; e apesar dessa virada estar ainda a 3 meses de distância, já vale falarmos sobre ela, pois serão as configurações que tenderemos a sentir ao longo de todo esse ano que vai entrar.

CLIQUE AQUI
Matérias Especiais

O que são "Aspectos Astrológicos"?

Ouvimos falar bastante sobre aspectos astrológicos quando o tema é relacionado à Astrologia Você sabe o que são aspectos astrológicos?

CLIQUE AQUI
Sessão Planetas

Saturno

Saturno é originalmente visto como “o grande maléfico” na Astrologia.

CLIQUE AQUI

sessão planetas

Mercúrio

Mercúrio é o planeta que explica como pensamos, como nos comunicamos e como aprendemos coisas novas. É um planeta ligado à nossa linha de raciocínio; alguns de nós pensamos de forma mais analítica, outros de forma mais emocional; alguns de nós aprendemos por vias teóricas, outros por meios mais práticos e experienciais. Mercúrio tratará sobre tudo isso: nossa maneira de pensar e falar, nosso vocabulário, nossos interesses e aprendizados. Tratará ainda sobre nossos contatos cotidianos, nossa relação com pessoas do dia a dia e nossas habilidades inatas.

Acesse aqui

vênus

Vênus é comumente conhecida como o planeta do amor, mas está associada a muito mais do que a nossa vida afetiva. Ela explica tudo aquilo que nos dá prazer, tudo o que nos diverte e que ficamos felizes em realizar. Está associada ainda a todo o nosso círculo social, como nos portamos socialmente, qual a nossa visão de beleza e estética, como ganhamos e gastamos o nosso dinheiro, e, é claro, como nos relacionamos romanticamente, incluindo aquilo que buscamos em um parceiro afetivo e como também expressamos nosso carinho. Se você pesquisa sobre Astrologia para conhecer mais sobre seus padrões afetivos e românticos, você precisa ouvir falar sobre Vênus!

Acesse aqui

lua

A Lua é tratada na astronomia como um satélite desse nosso planeta, a Terra; no entanto, na abordagem astrológica, a Lua é considerada um planeta como todos os outros, pois ela está intimamente relacionada a um lado de nosso comportamento e expressão ao longo da vida. Para os astrólogos, a Lua está relacionada aos sentimentos, à reação emocional mais primitiva que temos frente às coisas da vida, ao temperamento mais basal e instintivo.

Acesse aqui

marte

Marte é um planeta associado à disputa, à guerra e à competição. Em nosso mapa astral, ele traduz como nós lutamos por aquilo que desejamos, como expressamos nossa coragem e competitividade, como batalhamos pelos nossos sonhos e qual é o nosso padrão de determinação. Está ainda associado a tudo aquilo que nos deixa agitados ou irritados, o que nos causa pressa e ansiedade, onde temos mais energia vital e, é claro, quais atividades sentimos necessidade de fazer mais ativamente! Por estar ligado aos instintos de conquista, ele se relaciona ainda ao sexo, à coragem e à voz de poder e liderança que reside dentro de cada um de nós.

Acesse aqui

júpiter

Júpiter é conhecido como “o grande benéfico” da Astrologia. É um planeta associado à fartura, ao exagero, às grandes oportunidades e expansões de consciência. Em nosso mapa astral, Júpiter explica onde somos presenteados, onde temos uma sorte natural e divina; às vezes, a sorte é tamanha, que nem damos a devida atenção a essa área, até deixando de colher os seus benefícios tão importantes! Relacionado à expansão da mente, está vinculado ainda a cursos superiores, viagens longas; além disso, relaciona-se a tudo que civiliza o homem, incluindo as Leis (dos homens ou de Deus), as religiões, as filosofias. Saber onde temos Júpiter no mapa astral é saber onde podemos investir energias e onde as oportunidades sempre baterão à nossa porta.

Acesse aqui

saturno

Saturno comumente recebe o título de “o grande maléfico”. É um planeta associado à responsabilidade, à cobrança, à passagem do tempo, ao esforço constante e persistente. Saturno explica nossas relações com autoridades ou pessoas mais velhas da família. Explica ainda em qual setor da vida temos medo, onde sentimos mais cobrança vindo dos outros e, é claro, de nós mesmos; trata-se da área da vida em que sempre teremos que trabalhar e nos esforçar mais para colher os bons frutos. Mesmo assim, não deve ser negligenciado: Saturno fala sobre sucesso lento e merecido; e se respeitado e trabalhado em um mapa astral, pode trazer as maiores realizações para a pessoa – as realizações conquistadas pelo próprio suor e merecimento.

Acesse aqui

urano

Urano é um planeta relacionado à quebra de padrões, à inovação, à criatividade e à revolução. Está associado aos pensamentos diferentes, às questões do coletivo e à libertação. Em nosso mapa astral, Urano indica em qual área da vida temos que ser diferentes, inovadores, ou em qual área precisamos nos sentir verdadeiramente livres! Se bem expressado, esse planeta atribui inteligência, amizades e rupturas libertadoras e revolucionárias em nossas vidas; se mal expressado, pode resultar em perdas, rupturas precoces, ansiedades ou rebeldias sem causa. Saber onde Urano está em nosso mapa astral é saber onde teremos a criatividade, o improviso e o pensamento inovador para nos guiar e agregar.

Acesse aqui

netuno

Netuno é o planeta associado aos sonhos, à fantasia, às idealizações e artes. Está relacionado às áreas da vida onde temos empatia e compreensão, às áreas onde somos generosos e desejamos nos doar de corpo e alma. Pode tratar ainda sobre artes, romantismo, idealizações; mas se por um lado Netuno torna a vida sonhadora e espiritualizada, pode também trazer ilusão, escapismo e fuga da realidade. É essencial sabermos onde temos Netuno no mapa astral, pois assim aprendemos a nos equilibrar entre o romantismo e a fantasia, mas sem tirar os pés do chão; assim, colhemos os frutos mágicos desse planeta, sem passar por enganações ou desilusões.

Acesse aqui

plutão

Plutão é um planeta que trata sobre profundas transformações, a passagem simbólica entre vida-morte-renascimento, obsessões, desejos profundos e inconscientes. Em nosso mapa astral, Plutão levanta uma área da vida com a qual somos obcecados e passamos por profundas transformações. Todos devemos conhecer e conviver bem com nossas sombras para que possamos também atingir a luz; dessa forma, Plutão ensina a abrir mão, a transformar e regenerar, a saber o momento de tomar o controle e o momento de cedê-lo às forças do destino. Bem empregado, mostra onde somos persuasivos e magnéticos, onde almejamos o crescimento e o destaque, onde temos a busca pelo poder e onde tiramos grandes aprendizados por meio das transformações.

Acesse aqui
@astropedia.bn