Júpiter

Júpiter

Júpiter é conhecido como “o grande benéfico” da Astrologia. É um planeta associado à fartura, ao exagero, às grandes oportunidades e expansões de consciência. Em nosso mapa astral, Júpiter explica onde somos presenteados, onde temos uma sorte natural e divina; às vezes, a sorte é tamanha, que nem damos a devida atenção a essa área, até deixando de colher os seus benefícios tão importantes! Relacionado à expansão da mente, está vinculado ainda a cursos superiores, viagens longas; além disso, relaciona-se a tudo que civiliza o homem, incluindo as Leis (dos homens ou de Deus), as religiões, as filosofias. Saber onde temos Júpiter no mapa astral é saber onde podemos investir energias e onde as oportunidades sempre baterão à nossa porta.

Em contraponto a Saturno, que é chamado pelos antigos astrólogos de “grande maléfico”, Júpiter é considerado o grande benéfico na astrologia. O motivo deste título é que Júpiter é visto como um planeta de oportunidades, otimismo e expansão pessoal, em qualquer área da vida que esteja em nosso mapa astral. Muitas vezes, Júpiter traduz uma área da vida onde obtemos benefícios e facilitações; é um planeta de fartura, de alegrias, até de um pouco de excessos ou exageros. Por exemplo… Se temos Júpiter em um setor do mapa astral que fala sobre família, certamente seremos afortunados nesta vida com a família que temos; é possível receber regalias e benefícios familiares, é possível ser protegido ou zelado pelos membros da família, até mesmo ter uma família grande e/ou unida. Todas essas possibilidades tendem a ser verdadeiras, e às vezes a facilitação causada por Júpiter é tamanha, que se traduz até mesmo em outros setores! No caso que estamos usando, em que ele marca o setor familiar, é até possível conhecer pessoas interessantes devido a esse grande contato familiar, ou então receber propriedades, bens, apoios… Um planeta verdadeiramente maravilhoso e otimista! No entanto… É claro que, em astrologia, temos que também considerar o outro lado da moeda… Júpiter é um planeta que traz tantos favorecimentos e estamos tão acostumados a esses benefícios, que muitas vezes nem mesmo percebemos o quão afortunados nós somos em determinado setor. Se ele, por exemplo, permeia nossas relações com chefes de trabalho, é certo que seremos sempre reconhecidos ou prestigiados no setor profissional, mas acabamos negligenciando-o de alguma maneira. Se não somos reconhecidos em algum momento, sentimos que fomos injustiçados, ou que esperávamos mais daquele setor; ou então, justamente por sempre termos favorecimentos, deixamos de querer apenas “a mão” para querer “o braço”, estabelecendo relações de excessos com o setor da vida tocado por este planeta! Desta maneira, mesmo sendo o grande benéfico do mapa astral – ou talvez justamente por isso – Júpiter pode ser um ponto de excessos, de negligência, de elevadas expectativas ou idealismos, assim como também de exageros! Não se trata de um planeta que aceita ser dosado, pois guarda dentro de si os conceitos de fartura, de expansão, de projeção…! É essencial que aprendamos a lidar com sabedoria com a energia de Júpiter, pois assim poderemos desfrutar de seus benefícios de forma muito mais consciente, com gratidão e produtividade na área tocada por ele.

Júpiter em trânsito: o que causa? Júpiter, em trânsito, irá levantar nos pontos transitados a mesma energia que ele geraria em um mapa natal. Se ele está em determinado signo ou fazendo aspectos com algum planeta de nosso mapa astral, uma coisa é certa: a energia daquele setor ou do planeta por ele tocado irá se ampliar, se tornar mais visível e afortunada, de forma a trazer ou permitir benefícios. Para tanto, devemos saber como lidar com essa energia para não abusar dela, mas também para sermos receptivos aos benefícios por ela trazidos! Busque, em uma consulta astrológica, saber onde está Júpiter em seu mapa natal e quais pontos estão sendo acionados pelo Júpiter em trânsito; você, com certeza, terá muito a desfrutar ao perceber como é sua relação com o grande benéfico da astrologia!

Áries:

Touro:

Gêmeos:

CÂNCER:

Leão:

Virgem:

libra:

escorpião:

sagitário:

capricórnio:

aquário:

peixes:

Júpiter em Capricórnio: prosperidade racionada

Neste dia 02 de dezembro de 2019, Júpiter ingressa no signo de Capricórnio. Aqui, o planeta das oportunidades continua oferecendo prosperidade, mas de forma muito mais comedida e racionada. Leia à matéria para entender sobre esse trânsit

CLIQUE AQUI
Matérias Especiais

O que são "Aspectos Astrológicos"?

Ouvimos falar bastante sobre aspectos astrológicos quando o tema é relacionado à Astrologia Você sabe o que são aspectos astrológicos?

CLIQUE AQUI
Sessão Planetas

Júpiter

Em contraponto a Saturno, que é chamado pelos antigos astrólogos de “grande maléfico”, Júpiter é considerado o grande benéfico na astrologia.

CLIQUE AQUI

sessão planetas

Mercúrio

Mercúrio é o planeta que explica como pensamos, como nos comunicamos e como aprendemos coisas novas. É um planeta ligado à nossa linha de raciocínio; alguns de nós pensamos de forma mais analítica, outros de forma mais emocional; alguns de nós aprendemos por vias teóricas, outros por meios mais práticos e experienciais. Mercúrio tratará sobre tudo isso: nossa maneira de pensar e falar, nosso vocabulário, nossos interesses e aprendizados. Tratará ainda sobre nossos contatos cotidianos, nossa relação com pessoas do dia a dia e nossas habilidades inatas.

Acesse aqui

vênus

Vênus é comumente conhecida como o planeta do amor, mas está associada a muito mais do que a nossa vida afetiva. Ela explica tudo aquilo que nos dá prazer, tudo o que nos diverte e que ficamos felizes em realizar. Está associada ainda a todo o nosso círculo social, como nos portamos socialmente, qual a nossa visão de beleza e estética, como ganhamos e gastamos o nosso dinheiro, e, é claro, como nos relacionamos romanticamente, incluindo aquilo que buscamos em um parceiro afetivo e como também expressamos nosso carinho. Se você pesquisa sobre Astrologia para conhecer mais sobre seus padrões afetivos e românticos, você precisa ouvir falar sobre Vênus!

Acesse aqui

lua

A Lua é tratada na astronomia como um satélite desse nosso planeta, a Terra; no entanto, na abordagem astrológica, a Lua é considerada um planeta como todos os outros, pois ela está intimamente relacionada a um lado de nosso comportamento e expressão ao longo da vida. Para os astrólogos, a Lua está relacionada aos sentimentos, à reação emocional mais primitiva que temos frente às coisas da vida, ao temperamento mais basal e instintivo.

Acesse aqui

marte

Marte é um planeta associado à disputa, à guerra e à competição. Em nosso mapa astral, ele traduz como nós lutamos por aquilo que desejamos, como expressamos nossa coragem e competitividade, como batalhamos pelos nossos sonhos e qual é o nosso padrão de determinação. Está ainda associado a tudo aquilo que nos deixa agitados ou irritados, o que nos causa pressa e ansiedade, onde temos mais energia vital e, é claro, quais atividades sentimos necessidade de fazer mais ativamente! Por estar ligado aos instintos de conquista, ele se relaciona ainda ao sexo, à coragem e à voz de poder e liderança que reside dentro de cada um de nós.

Acesse aqui

júpiter

Júpiter é conhecido como “o grande benéfico” da Astrologia. É um planeta associado à fartura, ao exagero, às grandes oportunidades e expansões de consciência. Em nosso mapa astral, Júpiter explica onde somos presenteados, onde temos uma sorte natural e divina; às vezes, a sorte é tamanha, que nem damos a devida atenção a essa área, até deixando de colher os seus benefícios tão importantes! Relacionado à expansão da mente, está vinculado ainda a cursos superiores, viagens longas; além disso, relaciona-se a tudo que civiliza o homem, incluindo as Leis (dos homens ou de Deus), as religiões, as filosofias. Saber onde temos Júpiter no mapa astral é saber onde podemos investir energias e onde as oportunidades sempre baterão à nossa porta.

Acesse aqui

saturno

Saturno comumente recebe o título de “o grande maléfico”. É um planeta associado à responsabilidade, à cobrança, à passagem do tempo, ao esforço constante e persistente. Saturno explica nossas relações com autoridades ou pessoas mais velhas da família. Explica ainda em qual setor da vida temos medo, onde sentimos mais cobrança vindo dos outros e, é claro, de nós mesmos; trata-se da área da vida em que sempre teremos que trabalhar e nos esforçar mais para colher os bons frutos. Mesmo assim, não deve ser negligenciado: Saturno fala sobre sucesso lento e merecido; e se respeitado e trabalhado em um mapa astral, pode trazer as maiores realizações para a pessoa – as realizações conquistadas pelo próprio suor e merecimento.

Acesse aqui

urano

Urano é um planeta relacionado à quebra de padrões, à inovação, à criatividade e à revolução. Está associado aos pensamentos diferentes, às questões do coletivo e à libertação. Em nosso mapa astral, Urano indica em qual área da vida temos que ser diferentes, inovadores, ou em qual área precisamos nos sentir verdadeiramente livres! Se bem expressado, esse planeta atribui inteligência, amizades e rupturas libertadoras e revolucionárias em nossas vidas; se mal expressado, pode resultar em perdas, rupturas precoces, ansiedades ou rebeldias sem causa. Saber onde Urano está em nosso mapa astral é saber onde teremos a criatividade, o improviso e o pensamento inovador para nos guiar e agregar.

Acesse aqui

netuno

Netuno é o planeta associado aos sonhos, à fantasia, às idealizações e artes. Está relacionado às áreas da vida onde temos empatia e compreensão, às áreas onde somos generosos e desejamos nos doar de corpo e alma. Pode tratar ainda sobre artes, romantismo, idealizações; mas se por um lado Netuno torna a vida sonhadora e espiritualizada, pode também trazer ilusão, escapismo e fuga da realidade. É essencial sabermos onde temos Netuno no mapa astral, pois assim aprendemos a nos equilibrar entre o romantismo e a fantasia, mas sem tirar os pés do chão; assim, colhemos os frutos mágicos desse planeta, sem passar por enganações ou desilusões.

Acesse aqui

plutão

Plutão é um planeta que trata sobre profundas transformações, a passagem simbólica entre vida-morte-renascimento, obsessões, desejos profundos e inconscientes. Em nosso mapa astral, Plutão levanta uma área da vida com a qual somos obcecados e passamos por profundas transformações. Todos devemos conhecer e conviver bem com nossas sombras para que possamos também atingir a luz; dessa forma, Plutão ensina a abrir mão, a transformar e regenerar, a saber o momento de tomar o controle e o momento de cedê-lo às forças do destino. Bem empregado, mostra onde somos persuasivos e magnéticos, onde almejamos o crescimento e o destaque, onde temos a busca pelo poder e onde tiramos grandes aprendizados por meio das transformações.

Acesse aqui
@astropedia.bn